20 Agosto 2012

Panna cotta de Maracujá - Bimby


Esta sobremesa fez um grande sucesso pois é muito fresquinha e saborosa, mas uma verdadeira bomba calórica ;-)

Aqui vai a receita:
1 lata de polpa de maracujá (comprei sem sementes mas o efeito visual não ficou tão bonito)

1 lata de leite condensado
3 pacotes de natas
200ml de leite
3 pacotes de cuajada (comprei no Supercor no Corte Inglês mas pode ser substituída por 6 folhas de gelatina)


Coloquei todos os ingredientes (menos a polpa de maracujá) e programei 15min/ 90º/ vel 4.
De seguida programei vel 2 e fui adicionando a polpa pelo bocal.
Coloquei a mistura numa forma de silicone previamente passada por água fria.
Levei ao frigorífico cerca de 5 horas.
Depois de desenformar reguei com um pouco de polpa para decorar e foi aqui que eu achei que se tivesse sementes ficava mais bonito.


14 Agosto 2012

Mais uma festinha ... desta vez junto ao mar



A minha princesinha fez um aninho e como não podia deixar de ser celebrámos entre amigos e familiares. Desta vez resolvi fazer uma sardinhada, pois estavamos na casa dos avós junto ao mar, acompanhada de alguns salgadinhos e claro, muitos docinhos.
Tal como fiz com os meus outros filhotes aqui e aqui, também quis ser eu a fazer o primeiro bolo de aniversário para a minha Marianinha.

Queria que fosse um bolo simples e sem grande temática mas ao mesmo tempo queria que fosse diferente e apelativo e acho que consegui. Todos os convidados se mostraram surpresos com o bolo e eu fiquei toda contente com o resultado.

Aqui vão as receitas:

Para o bolo usei duas doses desta receita, deste blog que adoro e acompanho. O resultado foi maravilhoso pois o bolo ficou super fofinho e saboroso.

Para o recheio cortei o bolo ao meio, depois de frio, e coloquei uma lata de leite condensado cozido, morangos aos cubinhos e amoras, para ficar mais fresquinho.
A cobertura de chantilly parece que dá muito trabalho mas sinceramente não custa nada, é só preciso alguma paciência e cuidado. Uma das minhas grandes preocupações, ao fazer um bolo com chantilly é que com o calor ele se estragasse e também se começasse a desmontar. Resolvi ir à Artiaçúcar em Aveiro á procura de uma solução e eles indicaram-me o chantilly em pó, que não leva natas e não se estraga com o calor, para além de ficar bem firme e ser só preciso juntar água. Era a solução que eu precisava. Relativamente ao sabor, confesso que fica um pouco sintético, fica a saber a bombocas, mas se optasse pelas coberturas de pastas coloridas também não as acho saborosas para comer e assim sempre ficou um bolo diferente.
Ao chantilly adicionei corante cor de rosa e reservei algum ao qual juntei ainda mais corante para fazer o “1” mais escurinho.
Para montar usei um saco de pasteleiro com um bico 103 (em forma de lágrima). Com a parte maior virada para a parte de dentro do bolo fui fazendo pequenos “S” de baixo para cima. Vi como fazer aqui.
Em breve vou postar as receitas das guloseimas e salgadinhos que fiz para a festa. Estejam atentos ;-)