27 Fevereiro 2009

Amêijoas junto ao mar e com muito sol :-)



O carnaval foi passado com a família e amigos, à beira mar e com muito sol, hummmmm ... e como não podia deixar de ser tínhamos que matar as saudades de uma boa ameijoada (quem me conhece sabe que eu não resisto a umas ameijoazinhas, junto ao mar e em boa companhia).
Desta vez, e como as amêijoas eram muito boas, resolvemos fazer de forma mais simples (não pusemos bacon, nem tomate, nem cebola) e ficaram deliciosas.
Laminámos alguns dentes de alho e deixámos fritar um bocadinho em azeite. Juntámos coentros picadinhos e logo de seguida as amêijoas (não esquecer de as deixar em água com sal umas horinhas para libertarem a areia). Tapámos a panela para elas abrirem e...já está.
Maravilhosas e com um molhinho muito bom para comer com pãozinho ... ai ai ai a dieta ;-)
Esqueci-me de dizer que também matámos as saudades de uma sardinhada. Comprámos no mercado as chamadas sardinhas da matança (são pescadas na altura em que são melhores e congeladas logo no mar). Mas sinceramente não há sardinha como a fresquinha. Mas também souberam bem com uma saladinha de pimentos grelhados.
Com estes dias de sol já apetecem estas coisas :-)
Bom apetite!!!

26 Fevereiro 2009

Semifrio de Frutos Silvestres da Vera


Esta receita é de uma amiga da minha manita, a Vera. Pelo que a minha irmã me conta ela faz verdadeiros manjares para os amigos e este semifrio foi uma das receitas que a minha irmã disse que eu não podia perder. Desde já obrigada à Vera pela receita e este fim-de-semana vai ser o docinho para a família. Maninha, queres cá vir almoçar ;-)?

Aqui vai a receita da Vera:

Para fazer esta receita é necessária uma boa dose de paciência, pois demora um pouco… Mas o resultado vale bem a pena :-)
Ora cá vai:

Bolo
• 2 ovos
• 1 iogurte de frutos silvestres
• 2 copos de iogurte de açúcar
• 2 copos de iogurte de farinha
• 1/3 copo de iogurte de óleo
• Margarina e farinha para untar a forma

Misturam-se todos os ingredientes, e leva-se metade do preparado numa forma redonda (usei uma de 24 cm) ao forno a cozer. Quando este estiver cozido, retira-se, desenforma-se e leva-se a outra metade a cozer. Isto para ficarmos com duas bases de bolo iguais.
Enquanto as bases de bolo arrefecem, prepara-se o resto.

Recheio
• 2 pacotes de natas
• 1 lata de leite condensado
• 6 folhas de gelatina
• 1 embalagem de frutos silvestres ( usei congelados do Jumbo)
• 1 gelatina de frutos silvestres

Começa-se por fazer a gelatina de frutos silvestres (250 ml de água a ferver + 250 ml de água fria), e enquanto esta arrefece, prepara-se a montagem do semifrio.
Num prato coloca-se uma forma de mola com 24 cm, dentro deste uma base de bolo e por cima espalham-se alguns frutos.
Põem-se 3 folhas de gelatina a demolhar em água fria. Á parte bate-se um pacote de natas até ficarem espessas e junta-se metade do leite condensado. Retira-se as folhas de água fria e leva-se ao microondas, com uma colher de água, a derreter. Junta-se ao preparado anterior e verte-se por cima dos frutos.
Por cima desta camada coloca-se a outra base de bolo. Põe-se as restantes folhas de gelatina a demolhar em água fria. Batem-se as natas, junta-se o leite condensado, as folhas de gelatina derretidas, e o equivalente a uma chávena de frutos silvestres. Mistura-se com a batedeira de modo a desfazer os frutos.
Coloca-se este preparado por cima do bolo, alisa-se e enfeita-se com alguns frutos. Vai ao frigorífico para solidificar.
Quando estiver consistente, deita-se por cima a gelatina, que nesta altura deverá estar fria mas ainda liquida. Leva-se novamente ao frigorífico e deixa-se a refrigerar durante umas horas, de preferência de um dia para o outro. Para tirar a forma de mola, basta passar com um secador de cabelo à volta do aro, até derreter um pouco, rodar, abrir a mola e retirar. Levar mais um pouco ao frio e está pronto!
Bom apetite!!!

Arroz de bróculos com bochechas de bacalhau


Aqui está mais uma receita de arrozinho de bróculos (a nossa perdição este inverno) mas desta vez resolvemos juntar bochechas de bacalhau e digo-vos...ficou um pitéu.

A forma de fazer o arroz é igualzinha ao que eu já postei (levar ao lume uma cebola picadinha, 2 dentes de alho e um fio de azeite e logo de seguida juntar os bróculos arranjadinhos e bem lavados; deixar a cozinhar até os bróculos estarem quase cozidos) a única diferença é que antes de pormos o arroz juntamos as bochechas (préviamente demolhadas) e deixamos refogar um bocadinho.

Bom apetite!!!

12 Fevereiro 2009

Bolo formigueiro


Agora só tenho mesmo um tempinho para pôr a foto deste bolinho delicioso e vos deixar à espera da receita (logo à noite já ponho).
Este sol é mesmo maravilhoso :-)
Beijinhos


Esta receita foi-me dada inicialmente pela minha amiga Xana. É uma receita que namorei durante bastante tempo pois sempre que ía a casa dela e havia este bolo não conseguia resistir. Esta receita é uma receita de família mas depois ela acabou por me dar ;-). Esta receita já foi tendo algumas alterações, por isso aqui vai a receita que faço:

2 copos de farinha, 1 copo e meio de açúcar, 4 ovos, 200g de manteiga, 150g de chocolate granulado, 100g de côco ralado, 1 copo de leite e 3 colheres de chá de fermento.

Comecei por bater bem as gemas com a manteiga e o açúcar. De seguida juntei o leite, a farinha e o fermento. Finalmente juntei o côco e envolvi com as claras em castelo. Mesmo antes de pôr na forma (untada com manteiga, polvilhada com farinha e sem buraco de preferência) juntei o chocolate e envolvi lentamente. Levei ao forno (este bolo mesmo cozido tem um aspecto húmido mas é mesmo bom assim).

Este bolo é tão bom...que têm de experimentar.

Bom fim de semana e já agora um Feliz Dia dos Namorados :-)

04 Fevereiro 2009

Frango com alecrim e batata doce


Podem não acreditar mas nunca tinha provado batata-doce e esta semana numa das minhas idas ao Pingo Doce vi a receita da semana (pernas de frango com alecrim e batata doce) e tinha tão bom aspecto que resolvi experimentar. Adorei a receita e a batata-doce é maravilhosa, sabe a castanha hummm...

Fiz algumas alterações, algumas por falta de ingredientes e outras por achar que ficava melhor.

Eu fiz: 1 frango (caseirinho que me deu a avó Ju), sumo de uma laranja (não tinha vinho branco), 2 dentes de alho, sal, alecrim, 2 colheres de sopa de azeite e 2 batatas-doces.

Temperei com alguma antecedência o frango com o sumo de laranja, sal, alecrim, azeite e os dentes de alho picadinhos. Na altura de pôr no forno parti a batata-doce aos cubinhos e temperei também com sal e alecrim e levei tudo ao forno cerca de 1 horita. Acompanhei com uma saladinha de alface e pimento vermelho.

Muito bom. E a batata doce é para repetir...muitas vezes :-)

03 Fevereiro 2009

Queijadinhas de leite


Ontem apetecia-me muito um doce (para variar ;-) mas não queria ter muito trabalho. Como tinha o forno ligado a fazer um franguinho com alecrim e batata-doce (amanhã ponho a receita) aproveitei e decidi fazer queijadinhas de leite.
Esta receita é tão simples e saborosa que até custa a acreditar.

Aqui vai a receita:
350g de açúcar, 125g de farinha, 4 ovos, 75g de manteiga, 0,5L de leite e uma casca de limão.

Comecei por misturar o açúcar e a farinha. De seguida adicionei os ovos e a manteiga derretida e bati bem. Finalmente juntei o leite previamente fervido com a casca de limão. Pus em tacinhas pequeninas untadas com manteiga e polvilhadas com farinha e levei ao forno cerca de 20 minutinhos. Deixei arrefecer e só depois desenformei.

Esta receita é muito boa para quando nos apetece um docinho pois normalmente temos estes ingredientes em casa e dá para cerca de 20 queijadinhas.

Desta vez tive o meu docinho de leite a ajudar e bem podem imaginar como ficou a minha cozinha - mas valeu a pena pois ficaram ainda mais saborosas :-D

Bom apetite!!!